quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

CINCO MINUTOS DE REFLEXÃO SOBRE PEDOBATISMO E ANTIPEDOBATISMO: As refutações ao Batismo infantil são tão devastadoras assim?



Muitos textos bíblicos são utilizados para refutar o Batismo infantil, mas nenhum é tão “supostamente” avassalador quanto o texto abaixo, considerado o texto áureo dos Antipedobatistas - aqueles que são contra o Batismo Infantil:

"Quem crê e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado" (Marcos 16:16).

O principal argumento é o seguinte: “A criança não pode exercer fé. Logo, ela também não poderá ser batizada”.

Algumas questões para nossa reflexão:

1ª) O que não for batizado não será salvo?

2ª) Pela mesma lógica argumentativa teríamos, obrigatoriamente, como conclusão, que toda criança está incondicionalmente condenada uma vez que, pela interpretação dada ao texto, não pode exercer fé, e, consequentemente, receber o batismo que, nesse caso, passa a ser quase uma condição sine qua nom para a salvação.

3ª) Batismo salva? Curiosamente, a maioria dos teólogos Antipedobatistas acreditam na salvação dos que morrem ainda na infância. 

2ª) Vamos utilizar a mesma metodologia para interpretar um texto do apóstolo Paulo, em II Tes 3:6-15, quando afirma que “se alguém não quer trabalhar também não coma". Usando a mesma lógica, a interpretação seria a seguinte: “Criança não pode ou não quer trabalhar. Logo, também não deve comer"? Estranho não é? Forte indício de que essa interpretação esteja equivocada.

3ª) Para entender a doutrina do Batismo infantil é preciso entender a doutrina da Circuncisão. Ambas representam um rito de entrada visível na igreja visível de CristoAssim como as crianças eram circuncidadas mediante a fé dos pais e/ou tutores (ver Gêneses 17), não podendo exercer, obviamente, fé ou mesmo decidir por participar ou não participar desse ato eminentemente religioso, devido sua pouca idade - eram circuncidadas ao oitavo dia de seu nascimento -, assim também devem ser batizadas, na fé dos pais e/ou tutores, as crianças filhas de pais ou tutores crentes. Em Colossenses 2:11 Paulo chama o Batismo de “Circuncisão de Cristo”, deixando ainda mais claro esse link. A equivalência é claríssima. Assim como a páscoa fui substituída pela ceia, igualmente a circuncisão foi substituída pelo batismo.

4ª) Pra finalizar, uma charada: Por que os Antipedobatistas não batizam crianças, realmente? Resposta: porque elas morreriam afogadas, uma vez que são todos imersionistas...rs (essa foi só pra descontrair).

13 comentários:

  1. Graça e Paz irmão filosofo - lá vem nós outra vez rsrs
    duas perguntas - 1) então devemos batizar crianças para elas "entrarem" - fazerem parte do corpo de Cristo?
    2) e se as crianças não forem batizadas , qual é o destinos delas?

    ResponderExcluir
  2. "Antipedobatismo ??" Desconheço esse termo !!

    Por si só, percebe-se que o texto é desrespeitoso com a fé dos "credobatistas, acho que você quis dizer "credobatismo", ou seja, aqueles que batizam pessoas que creram, como manda a Escritura.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Danilo:

    Aí tá certo...vamos por parte...rs. Ainda bem que não veio com sua metralhadora...rs.

    1ª) A resposta à sua pergunta é SIM. Da mesma forma que os adultos entram na "igreja visível" via Batismo, igualmente deve acontecer com as crianças. No caso dos antipedobatistas as crianças não fazem parte, oficialmente, da igreja visível de Cristo, fato contrário tanto ao VT quanto ao NT.

    2ª) As crianças eleitos que não recebem o batismo serão, certamente, salvas. Mas essa pergunta vc e os antipedobatistas deveriam fazer a si mesmos. Elas serão salvas? Crianças que morrem na infância, são salvas? Todas as crianças são salvas, a princípio? Você e muita gente boa provavelmente responderam que sim. Então, porque negar-lhe o símbolo dessa salvação?

    Prezado Eduardo:

    O termo não é de forma alguma desrespeitoso. Ele é amplamente utilizado quando o assunto é batismo de crianças. É só fazer uma rápida pesquisa no google.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  4. Quando observamos as escrituras o que vimos?

    1° Crianças eram circuncidadas, Velho Testamento. Circuncisão era a aliança que Deus fez com o seu povo. Quando olhamos Jesus no Novo Testamento, observamos que Ele foi circuncidado cumprindo a aliança de Deus e foi batizado deixando-nos a nova aliança "batismo com água".

    2° Não encontramos diretamente relatos de batismo infantil, porém vimos bastante texto que diz "ele e toda sua família foi batizado". Minha pergunta é para os que não aceita essa doutrina: Só existia adultos nessas famílias?

    ResponderExcluir
  5. Prezado Filosofo - não sei - mas não consigo entender os calvinista - acho que fui determinado a não entender rsrs
    1) - não vejo no AT e NT Batismo de crianças - não encontro um versículo bíblico para apoiar - lembrando a Circuncisão somente os meninos judeus que faziam (sinal de aliança) - já o batismo infantil ambos batizam - e batismo não é garantia de Salvação e, certeza que o batizado está fazendo parte a Igreja Visível - e se for um falsa conversão(adulto)?
    2)- respondendo, é claro, é lógico que a criança batizando ou não será salva pela Graça - 1) ela é imatura e não tem condição para crer no Evangelho 2)- está escrito: “Deixai vir os pequeninos a mim e não os impeçais, porque dos tais é o Reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o Reino de Deus como urna criança de maneira nenhuma entrará nele”.
    Em outras palavras, as crianças são tão puras, simples, humildes, que foram tomadas para exemplificar como devem ser os adultos verdadeiramente convertidos (Mt 18.1-4). E, se os infantes são o padrão para os que hão de herdar o Reino de Deus, por que a alguns deles seria negada a entrada no céu?
    3) não tem nenhuma passagem bíblica que apoia o batismo infantil - se tiver me mostre? lembrando -não podemos forçar a interpretação do texto
    abraços

    ResponderExcluir
  6. irmão - Gilmac dificil nome einh rsrs
    poderia até existir crianças na família mas Jesus Cristo disse - quem Crer - as crianças recém nascidas tem capacidades de crer? e logo após a confissão de fé - serem batizadas?
    pense e reflita -
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Danilão:

    Que lógica é essa? Veja, você o que você diz:

    "é claro, é lógico que a criança batizando ou não será salva pela Graça".

    Você admite a salvação para as crianças e nega o sinal dessa salvação? Qual era o sinal, visível, no VT que indicava que alguém pertencia ao povo de Deus? A circuncisão. E esse sinal, visível, no NT é qual? Não é o Batismo? Claro que sim.

    Então, como podes admitir a salvação para as crianças e negar-lhes o símbolo dessa salvação?

    ResponderExcluir
  8. Olá Danilo, difícil não é meu nome, difícil mesmo é você, cabra macho! rsrsrsrs.

    Olhando sua lógica: Então as criança no VT criam né? Pois o povo de Deus eram circuncidado. E no NT eles não tem a capacidade de crer, por isso não devem receber o batismo, sendo que batismo ficou no lugar da circuncisão. Essa é a lógica que você tá defendendo.

    É engraçado, porque você diz que toda criança vai ser salva pela graça, mais se você lê todo o versículo de Ef 2. 8 vai ver que para ser salvo pela graça tem que ter fé, e ainda mais vai ver que, a fé não vem de nós mais vem de Deus.

    Nós Danilo, já nascemos com uma carga de pecados desde Adão, então somos todos pecadores, o homem é mau por natureza, não há inocentes. Quando você diz que a criança é pura só lembra da atual consciência da criança e esquece que que ele é mais um pecador como todos nós.

    Então agora eu faço como o nosso filósofo calvinista: Como podes admitir a salvação para as crianças e negar-lhes o símbolo dessa salvação?


    ResponderExcluir
  9. irmão filosofo calvinista e Gilmar - voltando a minha "defesa" - vou me expressar melhor - fiz "confusão" - esses calvinistas rsrs
    1) - não vejo no AT e NT Batismo de crianças - não encontro um versículo bíblico para apoiar - e mesmo que a circuncisão era um sinal visível , mas somente os meninos judeus que faziam -
    vcs. usam a circuncisão para apoiar o batismo infantil, então pela lógica somente os meninos que deveriam batizar -
    2) ai filosofo vc. me perguntou sobre salvação de crianças ? já que vocês batizam crianças (mesmo que não encontro no NT batismo de crianças)- as crianças que são batizadas e as que não são, " as crianças eleitas e não eleitas" serão salvas pela Graça pois elas são imaturas e não tem condição para crer no Evangelho - está escrito: “Deixai vir os pequeninos a mim e não os impeçais, porque dos tais é o Reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o Reino de Deus como urna criança de maneira nenhuma entrará nele”.
    Em outras palavras, as crianças são tão puras, simples, humildes, que foram tomadas para exemplificar como devem ser os adultos verdadeiramente convertidos (Mt 18.1-4). E, se os infantes são o padrão para os que hão de herdar o Reino de Deus, por que a alguns deles seria negada a entrada no céu?
    3) - batismo não é garantia de Salvação - (mesmo que seja um sinal visível do NT ) o ladrão na cruz não foi Batizado - houve um arrependimento e ele creu em Cristo foi Salvo - Batismo é uma confissão Pública - o salvo em Cristo batiza porque é salvo não para ser salvo - lembra de simão ? batizou mas não havia sido convertido (atos 8)
    4) mesmo que vcs. batizam crianças ainda que não seja bíblico - "tudo bem" - batismo não salva ninguém -
    5) irmão gilmar vou voltar a pergunta para vc. não sou "bobo" rsrs
    se para ser salvo precisa ter fé não é verdade que para ser batizado não precisa ter fé? aquele que crer e for batizado - Deus é o Justo Juízo - como uma criança vai crer em Cristo? ela não tem capacidade para crer - será que Deus iria condena-lá ? seria Justo? a criança nasce - morre e vai para o inferno? pelo que saiba pessoas vão para inferno pela rejeição do evangelho - rejeitam a Deus tem prazer nos seus pecados - amam as trevas - não é verdade?
    espero ter esclarecido melhor

    ResponderExcluir
  10. Graça e paz irmãos:

    Pedro anunciou: " Para vós outros é a promessa, para vossos FILHOS...isto é para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar."(At 2.39).
    Assim como a circuncisão simbolizava a aliança(promessa) no VT de toda a família fiel que era circuncidada, inclusive para as crianças, logicamente os que tinham "prepúcio"(masculino) numa sociedade patriarcal, em que o descumprimento do pacto era considerado transgressão e maldição. No NT Paulo compara o batismo a circuncisão(Cl.11-12) ou seja o simbolo(selo) visível da nova aliança, onde pela fé e compromisso dos pais crentes são incluídos na promessa e selados seus filhos santificados pela fé dos pais.(1 CO 7.14). Concluindo, filhos de pais descrentes são impuros embora intelectualmente incapazes, mas igualmente pecadores.
    Quanto a salvação das crianças independentemente dos pais, só pela soberana Graça e Eleição de nosso Senhor Jesus!
    Espero ter contribuído...
    Daniel Lopes

    ResponderExcluir
  11. Retificando a ref.: Col 2.11-12

    ResponderExcluir
  12. Pela lógica, se o indivíduo morreu quando criança, já era predestinado a isso. Portanto, já está salvo.

    ResponderExcluir
  13. Em 416 d.c a igreja católica apostólica romana,icar, inventou o batismo infantil.Em 2008,um sínodo em roma,chegou a conclusão que,somente poderiam ser batizados pessoas conscientes de sua crença.

    ResponderExcluir

Divulgue meu Blog no seu Blog