sexta-feira, 24 de julho de 2015

A MEDIAÇÃO DE CRISTO E A INTERCESSÃO DO ESPÍRITO SANTO EM NOSSOS ORAÇÕES


A mediação de Cristo nos permite entrar ousadamente na presença de Deus, em oração, à semelhança do que fazia o sacerdote, do VT. Porém, uma vez diante Dele, "não sabemos orar como convém". Por isso, necessitamos da intercessão do Espírito Santo, que filtra nossas petições transformando-as em petições aceitáveis, em sintonia com a vontade de Deus. A qualidade de nossas petições, antes dessa intercessão bendita, é tão ruim e tão distantes da vontade de Deus que se Ele nos atendesse seria, isso, nossa completa destruição. A qualidade de nossas orações, antes dessa intercessão, pode ser comparada a água captada de um rio poluidíssimo, absolutamente imprópria para o consumo, com grande potencial letal, enquanto que o trabalho intercessório do Espírito Santo poderia ser comparado ao processo de despoluição dessa água, como ocorre nas estações de tratamento de água, tornando-a límpida e apropriada para o consumo. Contudo, devido ao péssimo estado inicial de nossas petições, esse é um trabalho custoso, intenso, dramático. Por isso mesmo o Espírito Santo intercede por nós "com gemidos inexprimíveis". Portanto, nenhuma oração será considerada aceitável se o suplicante não contar com a mediação de Cristo e com a intercessão do Espírito Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgue meu Blog no seu Blog