sexta-feira, 18 de novembro de 2011

PENTECOSTALISMO E REFORMA PROTESTANTE: Pressuposto Litúrgico, Pratico ou Bizarro - Parte IV


Na quarta parte da série sobre Pentecostalismo e Reforma Protestante, reservada para o que chamei de "Pressuposto Litúrgico, Prático ou Bizarro dos Pentecostais", não estaremos argumentando muito, como fizemos nas outras três partes, mas apenas mostraremos fatos e cenas que dizem respeito a esse pressuposto. Nosso objetivo é que os próprios leitores tirem suas conclusões, depois de terem lido as três primeiras partes. Estamos exagerando? Estamos errados? Estamos corretos em nossa análise? Com a palavra: você, que acompanhou nossa série de postagens sobre Pentecostalismo e Reforma Protestante. 

A demora em concluir a série ocorreu porque estávamos colhendo e selecionando o material. Nem precisava ter perdido esse tempo todo. A rede Record, no último dia 13/11/2011, veiculou uma extensa reportagem sobre  o "cair no espírito", que reproduzimos logo abaixo, no primeiro vídeo. Apenas esse vídeo seria mais que suficiente para concluir essa série. Evidentemente que o que fez a Record produzir esse importante documentário não teve motivação jornalística sincera. Contudo, isso não faz das bizarrices apresentados na reportagem menos bizarras.

Chega de palavras. Veja você mesmo e tire suas próprias conclusões:

Reportagem sobre "Cair no espírito", da Rede Record.

video

Casamento Pentecostal

video

O Circo Pentecostal

video

O "Apóstolo" bandido

video

Pentecostalismo e unção com óleo

video

O Zoológico Pentecostal

video

Pregação Pentecostal

video

video

Reteté Pentecostal

video

Isso já é mais que suficiente. Ainda tem muito mais, mas vou poupá-los dessas bizarrices. Tire suas próprias conclusões.

20 comentários:

  1. Caro Fábio


    Com relação ao cessacionismo ou não cessacionismo dos dons,seria mais sensato você dizer que, na sua opinião e interpretação vc acha que os dons cessaram,e não dize-lo como se fosse uma verdade absoluta.
    Da mesma bíblia que você diz ler, eu extraio argumentos sólidos para respaldar a continuidade dos dons.
    Não deixe suas convicções lhe colocarem em um patamar que definitivamente você não se encontra.
    Com relação a “cereja do seu bolo”, que foi a ultima postagem da série, foi mesmo para coroar a confusa,enganosa e absurda série de acusações descabidas contra o verdadeiro pentecostalismo.
    Eu sabia que não encontraria nada sólido quando você me convidou para acompanhar a sua série de postagens,porém, esperava ver algo mais honesto,menos tendencioso,menos misturado e claro, mais sóbrio.
    Minhas expectativas não foram correspondidas.

    Agora,devo admitir que uma atitude me espantou:
    Se valer da reportagem exdrúxula do bi$po(com b minúsculo mesmo), Edir “Sincretista, abortista,supersticioso,falastrão” Macedo,para tentar sustentar a sua falaciosa tese, baseada em seu equivocado ponto de vista desvirtuado pela soberba e pela falta de conhecimento.
    Isso realmente me espantou,( mesmo vindo de você).
    Como esta mais que provado que você pouco ou nada sabe sobre pentecostalismo, permita me explicar um pouco sobre o conteúdo da reportagem do seu novo aliado na cruzada contra o pentecostalismo.

    Você sabe o que á “benção de Toronto”?
    Você sabe o que é teologia da prosperidade?
    Você sabe o que é pseudopentecostalismo?
    Pois é,tudo isso está na reportagem do Sr Macedo,menos o pentecostalismo que vc quer a todo custo desmerecer e humilhar.
    Não é de admirar que ultimamente os ataques contra o pentecostalismo tenham se multiplicado.
    O pentecostalismo vem crescendo cada vez mais em todo o mundo e isso incomoda muita gente.
    Claro que em meio a tanto crescimento muitas heresias aproveitam para se manifestar, mas o joio também é bíblico.
    Além disso, o pentecostalismo tem como principal representante a denominação Assembléia de Deus, que independente do que pensam os reformados extremistas, é a maior denominação protestante do mundo.
    Compreendo perfeitamente que este fato incomoda muita gente.
    Ai vem aquele surrado argumento dos recalcados de plantão:
    “Crescimento não é sinal de aprovação divina”

    Concordo em gênero numero e grau com essa afirmação,porém faço uma outra afirmação para reflexão( se é que você ao menos tenta refletir no mundo fora do seu aquário reformado):

    Desde quando falta de crescimento e comodismo é sinal de aprovação divina?????

    Uma igreja com mais de 150 anos de história que esta com meia dúzia de membros sendo que um bom número deles descansa em uma interpretação equivocada do calvinismo no tocante a evangelização e missões.
    Só pode dar no que esta ai para todo mundo ver.

    Com a palavra um PRESBITERIANO:

    Os assembleianos chegaram ao país em 1910, os presbiterianos em 1859. Mas enquanto os presbiterianos comemoraram o centenário dizendo que era a primeira vez que um presidente da República entrava em um templo protestante, os assembleianos estavam em campanha para atingir o primeiro milhão de convertidos. Foram pregadores pentecostais (sim, pentecostais) que na sua humildade captaram o espírito do brasileiro e tornaram os evangélicos uma força reconhecida na sociedade brasileira.
    Helder Nozima em “O lado negro do Calvinismo”

    Onde está o problema?
    Não sei,isto é problema de voces.
    Como “únicos” detentores da verdade absoluta,creio que Deus logo vai lhes responder.
    Mas tenho uma sugestão que pode ajudar:
    Reúnam seus Presbiteros,diáconos e obreiros em geral e combinem assim:
    Usar a mesma disposição e afinco que possuem para postar bobagens na internet para evangelizar e fazer a verdadeira obra de Deus.Talvez comece a dar algum resultado.

    ResponderExcluir
  2. Outra dica é parar com o péssimo hábito de colocar Deus dentro de uma caixa de sapato e dizer para ele só sair dali se “Calvino” mandar.

    Vejo que voce tem alguns seguidores neopuritanos,se é que não é um deles.
    Neopuritanos, a expressão soa bem,principalmente para os amantes de rótulos. Porém na prática, conheço poucos neopuritanos,mas todos que conheço ou tive contato, são arrogantes,grosseiros e exclusivistas.(Quanta virtude Cristã) Os comentários de neopuritanos neste blog só reiteram as minhas palavras.
    Belas companhias.
    Não é dificil de entender a sua fonte de influência.
    Se esses são os únicos e verdadeiros “cristãos” que Deus me livre de ser um “verdadeiro cristão”


    Mais uma coisa, já que voce tem tanta sede de combater o pentecostalismo,ai vai mais uma dica.
    Quando se procura combater algo,seja uma pessoa,um dogma,uma instituição ou seja lá o que for, é preciso conhecer e pesquisar o objeto de suas críticas, inclusive em fontes fidedignas do próprio ponto de vista a ser criticado.

    Na ânsia de querer rebaixar o movimento a todo custo,voce só utiliza fontes altamente tendenciosas e acaba fazendo a lambanca que fez.
    Leia livros como:

    Em nome de Deus- O Fundamentalismo no judaísmo, no cristianismo e no islamismo- Karen Armstrong- Companhia das Letras

    O Século do Espírito Santo - 100 anos do Avivamento Pentecostal e Carismático- Vinson Synan- Vida Acadêmica.

    Um pesquisador sério faria isso.

    Devido a facilidade que você tem para misturar as coisas,julgo necessário dizer que a palavra carismático do segundo livro,é referente aos dons,e não tem nada a ver com o movimento católico carismático que é bem mais atual.




    Faça uma pesquisa sobre Willian Joseph Seymour, e veja voce mesmo:
    Você come um peixe que lhe é vendido desde 1906.
    Se fizer uma pesquisa séria verá que o que motivou o ataque ao pentecostalismo desde essa época não foram questões dogmáticas,ou litúrgicas e tampouco bíblicas.

    Fazendo uma pesquisa séria,com certeza voce vai encontrar falhas na teologia pentecostal.
    Não vai encontrar as heresias e falhas que vc sonha em encontrar,mas vai encontar falhas pois,toda a posição teológica tem falhas inclusive a que voce pertence(Voce enxergar ou não este fato, para mim é totalmente irrelevante).

    Muito bem,suas postagens já terminaram,portanto não vejo mais motivos para continuar frequentando este blog.
    Agradeço pelo convite,e desejo com sinceridade que quero ver voce postando um dia algo de realmente relevante para a edificação, e para a Glória do Nome do Senhor.

    Como já falei ao seu amiguinho “Gunnar Vingren”, Continuar por aqui debatendo seria inútil e vão.
    Tito 3.9 é recomendado nesses casos e as vezes até Provérbios 26.4 se faz bastante útil por aqui.

    Portanto, Bastante graça e bastante paz para você!!!

    ResponderExcluir
  3. Prezado Fábio:
    Concordo contigo quando dizes, a respeito do “cessacionismo ou não cessacionismo”, que devo acrescentar a expressão “na minha opinião”. Tudo bem, por favor considere acrescentado. Longe de mim querer ser o dono da “verdade absoluta”, como dizes. Muito embora você tenha que concordar que minha opinião é nada mais nada menos que a opinião dos maiores teólogos da história da igreja, do passado e atual. Poria te citar mais de uma dezena deles. E você, em relação à sua posição do “não cessacionismo”? Terias algum importante e proeminente teólogo para dar corpo à sua posição? Ora meu caro, não tenho condições de tirar conclusões próprias. Nem teólogo eu sou. Tudo que digo é tão somente uma repetição do que disseram os grandes estudiosos da bíblia, a exemplo de Calvino, Lutero, os teólogos de Westminster, Berkoff, Hendriksen, os puritanos e tantos outros.
    Com relação à “cereja do bolo”, que você classifica como “confusa,enganosa e absurda série de acusações descabidas contra o verdadeiro pentecostalismo”, tenho só uma pergunta a fazer: esses vídeos demonstrados na “cereja do bolo” são conseqüências direta do Pentecostalismo ou das Igrejas Reformadas? Algum maluco desses é da igreja Presbiteriana ou Congregacional ou Batista ou Luterana? Obviamente que não! São ligados, direta ou indiretamente ao Pentecostalismo. Crêem em novas revelações, dons de línguas, profecias e tudo mais que é peculiar ao Pentecostalismo. Claro, devo reconhecer: com certo grau de ignorância acentuado e, porque não dizer, de distúrbio mental também. Não entendi sua indignação. Parece até que falei alguma mentira. Eles são ligados ao Pentecostalismo sim. Você não tem como negar isso, meu caro. Agora, me parece que você tem uma classificação bem interessante. Pra você existe o verdadeiro e o falso pentecostalismo. O verdadeiro seria apenas o da Assembléia de Deus? Pelo menos você deixa transparecer. Em última análise, a diferença que o irmão intenta fazer é tão somente uma questão de intensidade na manifestação das mesmas práticas, dos mesmos pressupostos e das mesmas crenças. Poderíamos dizer, então: Pentecostalismo exagerado e Pentecostalismo moderado. Aí sim. Concordaria. Nunca, porém, que esses vídeos não estão ligados ao Pentecostalismo.
    Também não entendi o espanto por ter postado a reportagem da TV Record. Claro que os objetivos de Macedo foram espúrios (como sempre) e que até comprometeram a credibilidade da equipe de jornalismo de sua emissora. Citei tudo isso na “cereja”. Você não leu? Mas, e daí? Não é aquilo que acontece? As imagens são mentirosas? Ou vai dizer que essas práticas também não estão ligadas, direta ou indiretamente, ao Pentecostalismo? São práticas que se aproximam mais das igrejas Pentecostais ou Reformadas? Aqui também você não pode se furtar a responder com sinceridade.

    ResponderExcluir
  4. Ainda Fábio:

    Com relação a números não vou comentar nada. Eles realmente não me dizem absolutamente nada. O pouco número não quer dizer, necessariamente, sinal de aprovação e nem tão pouco os muitos números. Eles realmente não dizem nada. O Brasil é maior país espírita do mundo. Os mulçumanos são mais de 1 bilhão. Esses números dizem algo? E as seitas heréticas que possuem poucos membros? Não se trata de uma questão de números. Não mesmo. A igreja Renascer (conseqüência do Pentecostalismo) chegou a ter 1300 templos e um crescimento de 1200% em 10 anos. Hoje está em declínio e com apenas 200 templos, a maioria com ordem de despejo por falta de pagamento do aluguel. Os números vão e vêm. Eles não são nada, meu caro. Em Mateus 7 Jesus nos ensina a não ter inveja de “casas” ou “igrejas” construídas na areia. Construir na rocha. Sob o firme fundamento das Escrituras Sagradas, com a interpretação abonada pelos maiores conhecedores da bíblia. Isso é o que realmente importa.
    Quanto a Gunnar....rs. Bom, esse é um caso a parte. Pra você que não sabe, já tive grandes discussões com ele. Como presbítero da IPB não posso concordar com muitos de seus posicionamentos, a exemplo da salmodia exclusiva e do uso de instrumentos no culto, por exemplo. Essas posturas que ele assume, bem como tantas outras, têm sido batizadas de neopuritanismo. Sou um ardoroso combatente, dentro da IPB, em relação a essas posturas. Na minha opinião fogem das escrituras igualmente foge o pentecostalismo. Contudo, aprendi a entender um pouco Gunnar. Afinal, não é fácil ter vivido no meio Pentecostal (Assembléia de Deus) durante tanto tempo, dando ouvido a “novas revelações” e não às Escrituras Sagradas. Uma vez desvendado os olhos, ele passou a abominar tudo que cheira pentecostalismo. Por favor, lhe dê um desconto também, ok? Mas, não sei se percebeu: estás utilizando a mesma metodologia do Gunnar. Você reclama que dele mas muitas vezes em seus últimos comentários você apresentou posturas “pouco cristã”, como você mesmo sugere. Perceba as acusações que fez a mim e a ele. Só algumas: fomos classificados, por você, como “hipócritas”, “desonesto”, “tendencioso”, “embreagado” (contrário de sóbrio) e por aí vai. Estávamos trocando boas idéias. Sinceramente não entendi sua abrupta mudança.
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Caro presbitero! concordo plenamente o que acontece nestes vidios sao verdades,existe um congregaçao pentecostal em frente da minha casa e nas sextas e sabados parece ou melhor dizer se compara a um terrero de UMBANDA,pois e sinal de possesão DEMONIACA,pois existe miado de gato,imitam galinha e dão gritos.Quanto escuto isto mim lembro de quando meu avó recebia espiritos eu tinha uns 11 anos na epocae hoje quanto começa o culto nesta congregaçao mim lembro do passado. Fabio antes deste pega pau entre a IURB e Assembleia Deus que representa os pentecostais.Voce pode olha no youtube MACUMBA EVANGELICA e um Pastor da Igreja Batista que relata este assunto mostrando os vidios feito nas igrejas pentecostais e vidios comparando a semelhança com TERRERO DE CANDOMBLE,de uma olhada por favor pois e bem melhor que este da Record,pois ele mostra os dois eventos e tambem se quizer eu tenho esta filmagem.Lhe parabenizo pelo assunto embora nao concorde muitas vezes com voce sobre outros assuntos relacionado com os pentecostais,voce mim entende não é?

    ResponderExcluir
  6. Graça e paz,
    Amado irmão calvinista voçê está completamente com razão,eu li toda a série e aprendi muito.Eu fui assembleiano mais de cinco anos e
    tive acesso a teologia reformada e me encantei com tanta riqueza teológica.Hoje sou presbiteriano graças a Deus.Está acontecendo um reavivamento calvinista em nossa nacão,muitos estão tendo acesso pela internet a teologia calvinista.
    O pentecostalismo é pobre em teologia,eles tem zelo de Deus,mas não com entendimento,precisamos olhar com misericordia para eles e ajudar,creio que o irmão publicou esta série com o intuito de ajudar,aqui na minha cidade(Cajazeiras-Pb)eu e mais quatro irmaõs, eramos assembleianos(arminianistas) e hoje somos calvinistas.
    A Deus toda Glória!

    ResponderExcluir
  7. Caro Filósofo e Fábio, salvo engano, Gunnar Vingren(o fundador da AD, não o que os irmãos estão citando) em seu diário, por sinal publicado pela CPAD, fala sobre rir no culto movido pelo Espírito, e em outro momento ele fala de levitação. É algo bizarro ou é o mover do Espírito? Ora, ele é fundador do verdadeiro ou do falso pentecostalismo? Não lembro das referências precisamente, mas estão lá no Diário de um pioneiro(acho que é esse o título), a não ser que a CPAD tenha editado essas partes nas publicações recentes. Sei que é verdade que isso não ocorre em muitas AD's. Contudo, está ligado ao movimento desde sua gênese. Fui de lá, fiz ESTEADEB lá por 04 anos(caso ache que nada entendo sobre o movimento), portanto, sei o que estou afirmando. Discutem a continuidade ou não de dons, mas a natureza das línguas que falam não encontra respaldo algum nas Escrituras. xarabacandaraia, lilili etc. Dos anjos? Essa mentira os mais instruídos abafam lá para não perderem a "bolacha", da mesma forma que muitos padres se comportam em relação ao equívoco das orações aos padroeiros. Dá p/ tirar agora? Manda um pastor pôr no papel e pedir que os pr. pres. corrijam tal doutrina. Fazem? Não!
    Anderson Cavalcanti

    ResponderExcluir
  8. Olá Fábio!

    Vejo que os reforços chegaram .rsrsrs.


    Fábio, este é um blog reformado antipentecostal,logo,não me sinto confortável por aqui,(pelo menos nesta série de postagens) ao ver meu ponto de vista teológico atacado de maneira tão radical e intensa.
    Me sinto um Flamenguista em dia de clássico no meio da torcida do Vasco em pleno maracanã lotado.
    É desgastante para mim ficar em debates intermináveis a respeito deste ou daquele ponto de vista, além do fato de isto não edificar ninguém e também não levar a lugar algum.
    Pois, é evidente que ninguém irá convencer ninguém, e que além disso corre-se o risco desnecessário de ocorrer alguns excessos de todas as partes envolvidas no calor das argumentações.Contudo, julgo que algumas considerações devem ser feitas após os comentários efetuados por mim e por você.
    Principalmente na intenção de retificar alguma possível forma equivocada de expressão ou uma má interpretação.

    Gostaria de começar dizendo que não tive nenhuma intenção de atacar a você como pessoa.
    O que foi alvo de palavras duras, e até alguns termos pejorativos foram suas postagens.
    Por favor, não se sinta ofendido,em nenhum momento quis direcionar tais adjetivos a você!
    Mas se não fui feliz em minhas palavras,não me envergonho de ter de pedir-lhe sinceras desculpas.
    Cometo muitos erros Fábio,se você se sentiu ofendido,provavelmente mesmo sem ter intenção, devo ter cometido mais um deles.
    Não é ironia, nem falsa piedade,estou sendo sincero.
    Portanto, fica aqui meu formal pedido de desculpas.
    Mas gostaria que entendesse que eu também poderia me sentir ofendido com algumas declarações suas.
    Por exemplo: Ao dizer que O Gunnar Vingren precisa ter a minha compreensão porque ele saiu de uma igreja pentecostal e teve seus olhos abertos para a verdade.
    Em outras palavras: Eu e minha família nos encontramos em trevas e tudo que Deus operou em nossa vida na verdade não proveio de Deus,porque estou enredado em um terrível engano.

    Outra declaração sua: Ao fazer o comentário a respeito dos números ,comentários em minha opinião desnecessários, pois eu já tinha lhe falado que números realmente não querem dizer nada.Mas ao fazer tal comentário vc deixou no ar que a minha casa espiritual estava firmada na areia.
    Declarações deste tipo demonstram um profundo desprezo por tudo que aconteceu na minha vida depois de minha conversão.
    Para mim isso é muito profundo.
    Mas prefiro pensar que mesmo tendo suas fortes convicções,não é sua intenção mostrar desprezo por ninguém,e isso nos permite continuar sendo companheiros,ainda que em posições extremas.
    Mas serve para ilustrar o fato de que as palavras são como espadas de dois gumes.
    Isso serve para mim também.

    ResponderExcluir
  9. Mas por favor, não se sinta ofendido ás críticas as suas postagens.
    Você colocou algo em uma rede pública,compreendo que a maioria que vem aqui divide a mesma opinião que a sua,porém vez ou outra vai aparecer alguém que vai discordar,outros ficarão magoados,outros furiosos,e á não ser que ataquem você e não sua postagem você não deve se sentir ofendido.

    Gostaria que entendesse que o motivo da minha indignação com a postagem foi a do simples fato de todas as coisas mostradas no vídeos tanto do Macedo,como os outros que você postou na sequência ,para mim são elefantes brancos em cima de um poste.

    Ou seja,eu nunca presenciei ao vivo e á cores.
    Em seis anos congregando na Assembléia de Deus em minha cidade,honestamente nunca vi nenhuma manifestação parecida com as mostradas nas postagens.
    O mais perto que cheguei de algo assim é mais ou menos parecido com o ultimo vídeo seu chamado “reteté pentecostal”,eu era novo convertido e fomos orar em um monte no meio do mato.
    Me assustei com tanta babaquice e manisfestações carnais,que nunca mais quis saber disso.Porém,as pessoas que estavam comigo não possuem (até hoje) nenhum testemunho decente de vida cristã,nenhuma instrução bíblica,não param em nenhuma denominação,e agora se juntaram com outros da mesma estirpe e estão abrindo uma igreja de garagem.Mas se denominam pentecostais.Se algum antipentecostal vier e fazer um relato sobre suas condutas e sobre sua liturgia não vai dizer que eles não possuem aprovação do meio pentecostal em nossa cidade por exemplo.Não vão nem fazer questão de citar o que eu disse sobre eles acima,mesmo que saibam do ocorrido,isto é fato.
    Vc acha um absurdo o mesmo principio ser aplicado com relação a tudo de degradante que é chamado de pentecostal por ai?

    Quanto a sua pergunta sobre os vídeos:
    Obviamente que tais manifestações estão mais ligadas ao pentecostalismo do que ao protestantismo histórico.
    Porém eles se autodenominarem pentecostais já é o suficiente para serem pentecostais?.(Apesar de muitos deles serem neo pentecostais,a confusão é de quem coloca no mesmo pacote).

    Aqui na minha região a igreja presbiteriana está sofrendo com a Maçonaria infiltrada em seu meio. Recentemente, com os árduos esforços de alguns membros e Presbíteros zelosos eles conseguiram alguns avanços na eliminação desse mal no seio da igreja. Tem um presbítero aqui que é Maçom e tem grande influência na sociedade local,por ser de uma família tradicional e influente. O cara não faz a mínima questão de esconder que é maçom.
    Permita-me a pergunta: Você o consideraria um legitimo Presbiteriano?
    Ele prega quase todo domingo no púlpito Presbiteriano local, e se diz presbiteriano. Isso faz dele um Presbiteriano?
    O que me impede de aplicar esse mesmo principio aos vídeos postados aqui e internet afora.Mais do que isso ainda pesa o fato de eu não presenciar tais fatos no dia a dia por aqui.

    ResponderExcluir
  10. Com relação aos teólogos, eu não faço distinção nessa parte,pois leio ainda mais teólogos reformados do que pentecostais. Mas segue alguns teólogos pentecostais que estimo:

    Donald Gee,
    Gordon Fee
    Stanley Horton.
    Charles Colson.
    Dave Hunt,que não é pentecostal mas crê na contemporaneidade.
    Obs: Depois de sua declaração na continuidade iniciou-se uma caça as bruxas a ele por parte de alguns na internet.
    Rsrsrs
    Mas ele faz um comentário sobre a prostituta de apocalipse que é estupendo..

    Olha Fábio, estou dando a minha cara tapa para defender o pentecostalismo contra excessos,mais no intuito de mostrar que é possível sim servir a Deus no pentecostalismo.Mas as vezes acho que essa briga não é minha. Pois não concordo com vários pontos dentro do pentecostalismo.E pontos doutrinários que tenho certeza que nunca irei concordar. Mas tais pontos não me impedem de viver em harmonia com meus irmãos pentecostais e também não os impede de serem aceitos por Deus.Na verdade não tenho muitas opções na cidade onde moro.Não seria bem vindo na presbiteriana,pois creio na atualidade dos dons.
    E pasmem há sim vida inteligente no meio pentecostal, assim como muitas pessoas verdadeiramente piedosas e nascidas do Espírito Santo.
    Acho que o mais sensato seria outra pessoa que concorda com todos os pontos do pentecostalismo fazer sua defesa.
    Pois a parte com a qual mais me identifico no pentecostalismo é a atualidade dos dons.Essa sim não posso recuar em nada pois estou plenamente seguro de minhas convicções.

    Quanto ao Gunnar Vingren, o que eu acho é o seguinte.
    Você disse que a minha postura foi “pouco Cristã” Certo?
    Concordo,não deveria nem ter respondido a ele.
    Mas se for para tomar como medida a postura Cristã então pense comigo:
    Fábio desde o início estou sendo sincero com você, por favor seja sincero comigo.Voce acha que aquela postagem dele foi para me alertar o quanto estou enganado? Ou para expressar a opinião dele a respeito do pentecostalismo? Sendo que todo mundo ta careca de saber qual a opinião dele, pois ele deixou bem expressa já desde a primeira postagem. Na terceira postagem você até removeu um comentário dele. Por favor, se eu disser que você nem desconfia que aquilo foi provocação(Aliás,desde a postagem anterior) vou estar subestimando a sua inteligência, e isto seria um insulto. E provocação no intuito de gerar atrito que possuem nenhum valor para o crescimento cristão não dariam bases para a formação de uma postura “pouco cristã”?
    Por outro lado reconheço que não deveria ter revidado.
    Não possuo blog mas sempre estou ali no Blog do Pastor Silas(Ministério Beréia). Gostaria que me passasse o seu e-mail para eu colocar na minha lista: Sempre recebo coisas interessantes tanto seculares quanto teológicas (fica tranqüilo,nada a ver com a guerra Reforma VS pentecostalismo rsrrs)e se você permitir gostaria de te adicionar!
    Graça e Paz!
    Fábio Costa

    ResponderExcluir
  11. Prezado Fábio:

    Não se preocupe. Não fiquei chateado, de jeito nenhum. Estou acostumado a intensos debates. Apenas quis demonstrar que que você criticou Gunnar mas utilizou das mesmas ferramentas que criticou.

    Quero só comentar algo que achei impressionante:

    "Mas as vezes acho que essa briga não é minha. Pois não concordo com vários pontos dentro do pentecostalismo.E pontos doutrinários que tenho certeza que nunca irei concordar".

    Você diz que algumas pessoas não são "autênticos" pentecostais, mesmo crendo em todos os pressupostos pentecostais. Por outro lado você se diz um "autêntico" pentecostal, mesmo assumindo que não acredita em muitos pressupostos pentecostais.

    Sabe o que acho, sinceramente?

    Você não é mais pentecostal.....rs. Esses que vc acusa de "pseudos-pentecostais", esses sim. Eles são verdadeiros penecostais, você não!

    Suas leituras de autores reformados lhe fizeram mudar de lado, ainda que não tenhas assumido isso de forma completa. Ouso dizer que sua crença continuidade dos dons espetaculares estão com dias contados. Diga pra você que estou errado agora?

    ResponderExcluir
  12. Saudação pentecostal!
    Paz do Senhor varão!

    Gostaria de convida-lo para reflexões sobre temas como calvinismo e arminianismo.

    http://www.arminianismo.com/forum/viewtopic.php?f=2&t=885

    http://www.arminianismo.com/forum/viewtopic.php?f=18&t=876

    http://www.arminianismo.com/forum/viewtopic.php?f=2&t=763

    Fique a vontade.

    Gostaria que divugassem o meu site, é só clicar no meu nomem.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Fábio!
    Não seja tão precipitado em seus diagnósticos.rsrs
    Os pontos de discordância que me referi com relação aos pentecostais, são irrelevantes o suficiente para me permitirem continuar servindo a Deus junto deles.
    Discordo deles com relação ao Arminianismo,e também da interpretação pentecostal com relação ao ser cheio do Espírito Santo.
    Mas como já falei, não são questões cruciais,são apenas interpretações diferentes.
    Talvez um pentecostal mais fundamentalista venha a me criticar e dizer que não sou pentecostal por pensar desta maneira, mesmo eu crendo na atualidade dos dons,mas sinceramente, não me preocupo com isso por que não ligo para rótulos.

    Nomenclaturas,títulos e rótulos é coisa de homens.
    Não faço questão de ser nomeado por homens com rótulos como pentecostal, reformado ou qualquer outro titulo.

    A única nomenclatura que faço questão de carregar é a de Cristão(esta sim,legitimamente bíblica), e para isso eu não preciso da aprovação de reformados ou pentecostais.

    Gostaria que, em ao menos um post, eu pudesse concordar em todos os pontos com você,até para tirar um pouco o risco de ser considerado um frenético e antipático antagonista (olha os rótulos de novo) rsrsrs.

    Mas, ainda não vai ser desta vez: Minha crença na atualidade dos dons não estão com os dias contados,pelo contrário,de modo algum poderei negar aquilo que é fruto de uma convicção bíblica profunda e do que tenho experimentado em minha vida.

    Aprecio muitos pontos da teologia reformada porém, não concordo com o seu cessacionismo.

    E com tudo isso,dou graças a Deus pelo fato da salvação ser pela graça por meio da fé.
    E fé em Cristo não em uma teologia específica.
    Também dou graças a Deus pelo fato da autoridade de dizer quem é discípulo de Cristo ou quem não, é se encontra exclusivamente nas mãos do Próprio Cristo, não estando essa autoridade nas mãos de reformados ou pentecostais ou qualquer outro grupo.(Ainda que alguns pensem que possuem tal autoridade).

    Procuro reter aquilo que considero proveitoso em cada uma delas.

    I Tessalonicensses: 5:22

    Só teci os comentários anteriores porque não concordei com muitos (muitos mesmo) pontos das postagens serem empregados a todos os pentecostais. Protestaria da mesma forma pela posição reformada se tivesse a certeza que estavam sendo alvo de ataques injustos.


    Em tempo: Copie e cole o endereço abaixo e dê uma olhada neste vídeo.

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=skNhhkOXfCQ



    E ai? Vai me passar o seu e-mail ou não?Quero lhe enviar algumas coisas legais para você compartilhar com os seus amigos.
    Já disse que não tem nada a ver com a nossa “Cruzada” rsrsrs.

    Fique na Paz!

    ResponderExcluir
  14. Anotado Jean Patrick,darei uma passada por lá assim que puder.
    Fique na Paz!

    ResponderExcluir
  15. Fabiodc79:

    Esqueci de comentar:

    O fato desse presbítero ser maçom não faz dele um não presbiteriano, se é que de fato ele acredita em todos os pressupostos que a IPB acredita. Contudo, é bom que se diga: ele está em flagrante desobediência à IPB. Em sua última reunião, o supremo concílio da IPB proibiu que seus membros, especialmente oficiais, sejam maçom e presbiterianos, ao mesmo tempo. Devem fazer a opção por uma das duas. Se ele permanece lá e cá está passivo de disciplina eclesiástica.

    Não quero me estender nesse assunto pq não tem a ver com nossa postagem. A maçonaria é um mal em quase todas as denominações. Inclusive na sua igreja. Como vc fala parece até que ela está isenta....rs. Veja aí esses vídeos. Se quiseres continuar debatendo sobre esse assunto vamos para a postagem sobre maçonaria aqui no blog, para não fugirmos do tema dessa postagem, ok? Vê aí a maçonaria na tua igreja:

    http://www.youtube.com/watch?v=x8PQUHNPPrY

    http://www.youtube.com/watch?v=vLnmq9GwGII&feature=related

    http://www.youtube.com/watch?v=NAcSbYBX2zM

    http://www.youtube.com/watch?v=NAcSbYBX2zM

    http://www.youtube.com/watch?v=kLWLLHggmGs&feature=related

    ResponderExcluir
  16. Caro Fábio!
    Confesso que não entendi!
    Em nenhum momento eu disse que a Maçonaria é um mal exclusivo da Igreja Presbiteriana.
    Conheço os problemas da minha igreja,assim como suas virtudes.
    Como assim? Se eu quiser continuar debatendo sobre esse assunto? (Maçonaria)
    Vc leu a minha última postagem?
    Assistiu o video que eu te indiquei?
    Tinha algo sobre a maçonaria?
    Os comentários e o video tem a ver com a sua postagem!Não entendi.
    Por duas vezes perguntei se você se importaria de passar seu e-mail para colocar na minha lista de contatos e fui ignorado.
    Não sou seu inimigo(pelo menos da minha parte está tudo bem),relaxa,temos opiniões distintas,e somos discordantes,não adversários.
    Qualquer argumentação que possa vir de encontro com o que voce acredita ser a verdade absoluta, é automaticamente ignorada.
    Sou a favor de um homem possuir convicções,porém,necessitamos ser cuidadosos para que nossa convicção não se torne obsessão.

    O meu video é de um Presbiteriano respeitado e não de um Pentecostal.Só queiria te mostrar que nem todos nutrem o mesmo sentimento.
    Refletir a respeito das argumentações contrárias as nossas convicções não é fraqueza,muito pelo contrário.
    Fique na paz!

    ResponderExcluir
  17. Fábio:

    Não é nada disso...rs. Entendeu errado. Falei discutir sobre maçonaria em outro post aqui do blog sobre o assunto.

    Quanto ao email é que esqueci...coisas da idade...rs. Se bem que se vc tivesse ido no meu perfil terias conseguido rapidinho.

    Lá vai: fabiobcorreia@hotmail.com

    E o vídeo do Rev.Augustos eu vi sim. Já tinha visto, mas valeu a indicação.

    Tudo de bom futuro ex-pentecostal..rs.

    ResponderExcluir
  18. Meu nome rendeu nas línguas estranhas. Mas, acredito que não seja correto afirmar, que a heresia pentecostal seja a posição do filosofo ou que pensa o Pb Fábio. Não existe versículo algum que prove a contemporaneidade dons dons, o que há são "cegos" tentando fazer um ponte sem saber onde começar.

    "Com relação ao cessacionismo ou não cessacionismo dos dons,seria mais sensato você dizer que, na sua opinião e interpretação vc acha que os dons cessaram,e não dize-lo como se fosse uma verdade absoluta.Da mesma bíblia que você diz ler, eu extraio argumentos sólidos para respaldar a continuidade dos dons. Não deixe suas convicções lhe colocarem em um patamar que definitivamente você não se encontra".

    Não é a posição do filosofo ou minha, essa é a posição bíblica. O cessacionismo é uma verdade absoluta.Sendo,impossível extrair argumentos sólidos para respaldar essa imitação barata, vulgar e blasfêmica(pois quebram o terceiro mandamento, no que fazem em nome das pessoas da trindade, principalmente a Pessoa da Trindade), dons do Novo Testamento para hoje.

    *As línguas do Novo Testamento eram revelacionais e as de hoje revelam o que de inspirado?

    *As línguas do Novo Testamento eram idiomas, e as de hoje o que são?

    *As línguas do Novo Testamento eram para o uso
    público e não privado ou um brinquedo de estimação e as de hoje são pra que?

    *As línguas do Novo Testamento eram o sinal para os incrédulos e as de hoje para que são?

    Os Reformados não prendem o Espirito Santo, numa caixa e somente Calvino é capaz de solta-lo, isso é típico de pentecostais que não sabem o que faz no desespero.

    Isso é que é absurdo. O papel do Espírito Santo nas Escrituras não é, não se parecer com o diabo nessas reuniões de espíritas que passa por evangélica.

    O papel do Espírito Santo é focar Cristo e sua obra, se algo passar disso, é procedência maligna. Ele é o Espírito da cruz e da experiência mistica e sensitiva do movimento pentecostal.

    O Papel do Espírito Santo é falar com a Palavra e não divorciado dela, pois "A Palavra sem o Espírito seria ineficaz, e o Espírito sem a Palavra não é o Espírito – mas as ilusões mentirosas de nossa mente imaginativa e falível"(Michael Horton). Ou como diria o Reformador Matinho Lutero:"O Espirito Santo não opera sem a Palavra nem antes da Palavra, mas vem com a Palavra e por ela e NÃO VAI ALÉM DA PALAVRA" (Ênfase acrescentada).

    Ou ainda "Onde quer que o Espírito substitua Cristo, menospreze Cristo, ou vá além de Cristo, não é o Espírito de Cristo, mas um dos espíritos do anticristo, pois o Espírito de Cristo revela Cristo, concede Cristo, chama atenção para a obra de Cristo e glorifica a Cristo" (DAVID J.ENGELSMA).

    O papel do Espírito Santo é dar testemunho de Cristo.

    Testemunhar com as Escrituras que somos filhos de Deus.

    É consolar a Igreja.

    Equipar a Igreja de Cristo.

    Longe da falsa pretensão pentecostal mansa ou desequilibrada, o Espirito Santo, não veio trazer os crentes para ficar como cachorros ou uivando na igreja, entrando em transe ou qualquer coisa desse. Muito menos, trazer coisas novas e fresquinhas do céus.

    Por fim, me volta ao meu presbítero a quem estimo, combata biblicamente esta praga que se passa como fé bíblica e não é. Quanto a questão da Salmodia e o uso de instrumentos no culto. A posição das Escrituras, é muita em mostrar quais os hinos devem ser cantados na igreja no Antigo e Novo Testamento (Sl 47.6; Ef. 5.19, Cl 3.16), quanto aos instrumentos não existe nenhuma ordem para pôr no culto do Novo Testamento (mas esse não é nosso assunto, eu já o escrevi, já algum tempo, refutando o seu falso princípio regulador do culto).

    Um abraço!

    Os pentecostais, se possível vejam o link que mostra as heresias do pentecostalismo:

    *A RESPOSTA REFORMADA AOS APELOS BÍBLICOS DO PENTECOSTALISMO: POR DAVID J.ENGELSMA
    http://www.metanoiaereforma.org/2011/09/resposta-reformada-aos-apelos-biblicos.html

    ResponderExcluir
  19. Considerando o teor de suas palavras e sua postura, evidenciada por seus comentários,tenho por certo que seria uma perda de tempo e energia, postar qualquer coisa com o intuito de debatermos a questão da forma originalmente idealizada pelo dono do Blog.
    Ou seja,cada um expor seus argumentos e cosmovisões , com o objetivo de debater os diversos pontos de vista sobre um mesmo assunto,de forma discordante na maioria das vezes,porém com respeito mútuo.

    Portanto, desconsidere essa parte inicial que fala das línguas,pois não é para você, esta parte é para algum possível leitor que não compartilhe de suas convicções extremistas e porventura tenha o interesse de conhecer
    e ponderar a respeito de uma argumentação bíblica que talvez seja diferente da que o mesmo possui.
    Em seguida,farei alguns comentários do resto das suas considerações.

    Recomendo aos visitantes do Blog uma leitura do artigo abaixo:
    O autor não é pentecostal e faz uma abordagem bastante equilibrada e imparcial deste polêmico assunto.
    Vou reproduzir um pedaço do artigo logo abaixo,somente para se ter uma idéia do conteúdo exposto,porém, para uma completa compreensão é necessário a leitura do artigo completo.
    È longo,mas vale a pena ler todo.
    Ele também faz uma abordagem a respeito dos dons espirituais.


    A grande diferença entre Atos 2 e I Coríntios 12 e 14

    A grande diferença entre o “poder” derramado em Atos 2, e o suposto “dom” referido em I Corintios 12 e 14, é que o primeiro é um "poder" dado para falar a homens estrangeiros, proclamar-lhes o Evangelho e glorificar a Deus diante deles, o segundo é um "dom" dado para falar a Deus.

    I Corintios 12:2 “ o que fala línguas estranhas, não fala aos homens, senão a Deus”

    Só por aqui já vemos uma grande diferença. Um, é um poder para falar aos homens na sua própria língua.

    O outro é um dom, para falar a Deus, numa língua estranha ou celestial (ou numa língua estrangeira como pensam alguns, advogando ser esta a mesma experiência de Atos 2) que para tornar-se público, alguns dizem ter que haver interpretação. Há outros ainda que pensam que Paulo aqui está simplesmente a falar de um estrangeiro que ao entrar numa Igreja tinha que ser traduzido se quisesse falar ou orar na sua língua.

    I Coríntios 14:2 “Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala de mistérios”.

    É claro que há diversas interpretações sobre estes versículos

    O que eu estou simplesmente a salientar agora, é que Paulo disse (qualquer que seja a nossa interpretação sobre o tipo de língua em questão) que alguém que esteja a orar a Deus numa língua estranha, estrangeira, ou simplesmente um estrangeiro a orar na Igreja, eles estão a falar com Deus, e ninguém os compreende, a menos que haja interpretação.

    Mas em Atos 2, o poder foi dado para eles falarem aos homens nas suas próprias línguas. Mais propriamente dito "dado para evangelizar os estrangeiros nas suas próprias línguas". Não havia necessidade nenhuma de interpretação!
    Para uma leitura completa acesse o endereço abaixo:

    http://religiao-filosofia.blogspot.com/2007/07/as-lnguas-ou-glossalia-9.html

    Gunnar:

    Com relação as suas considerações, permita-me usar os seus métodos :

    Citarei suas palavras e tecerei minha opinião a respeito das mesmas.

    1° “Não existe versículo algum que prove a contemporaneidade dons dons, o que há são "cegos" tentando fazer uma ponte sem saber onde começar.”

    R: Me mostre somente um versículo que prove a cessação dos dons. Somente um.
    Obs: Mas por favor, faça isso dentro do contexto bíblico,porque pelo que tenho lido de seus comentários até agora me mostram uma hermenêutica lastimável.
    Uma das peculiaridades da “cegueira” é aquela que seu portador entende somente como verdade aquilo que ele acha,e não aquilo que realmente é ou pode ser.
    Cuidado com o tiro no próprio pé.

    ResponderExcluir
  20. 2° Não é a posição do filosofo ou minha, essa é a posição bíblica. O cessacionismo é uma verdade absoluta.Sendo,impossível extrair argumentos sólidos para respaldar essa imitação barata, vulgar e blasfêmica(pois quebram o terceiro mandamento, no que fazem em nome das pessoas da trindade, principalmente a Pessoa da Trindade), dons do Novo Testamento para hoje.

    R: Essa é a verdade bíblica de quem?
    Observe que eu posso fazer a mesma afirmação com relação as minhas convicções. Mas eu não seria tão pretensioso,pois sou partidário de que nenhuma teologia é 100% perfeita.Pelo simples motivo da teologia ser produto do homem imperfeito,limitado, e pecador.
    Mesmo que para alguns esses homens sejam(ainda que inconscientemente) semideuses que viveram na terra há algumas centenas de anos atrás.


    Agora essa estória de quebra do terceiro mandamento:
    Devo admitir, você se superou:
    Foi um esforço interpretativo digno de um prêmio “Nobel” da distorção hermenêutica.


    3° “ Os Reformados não prendem o Espirito Santo, numa caixa e somente Calvino é capaz de solta-lo, isso é típico de pentecostais que não sabem o que faz no desespero.”

    R: Depois daquela do 3°mandamento me parece que os desesperados não são os pentecostais.


    4° “Isso é que é absurdo. O papel do Espírito Santo nas Escrituras não é, não se parecer com o diabo nessas reuniões de espíritas que passa por evangélica.”

    E ainda:

    “Longe da falsa pretensão pentecostal mansa ou desequilibrada, o Espirito Santo, não veio trazer os crentes para ficar como cachorros ou uivando na igreja, entrando em transe ou qualquer coisa desse. Muito menos, trazer coisas novas e fresquinhas do céus.”

    R: Se esse é o “pentecostalismo” que você conhece e passou 18 anos de sua vida, eu devo admitir que lamento muito por você. Deve ter sido bem traumatizante passar todo este tempo dentro de um lugar assim. Realmente eu sinto muito.
    Mas ainda bem que você foi liberto.
    Mas cá entre nós, Não acha que 18 anos é tempo demais preso dentro de uma seita assim? Principalmente para alguém como você que faz parte de um grupo tão seleto de verdadeiros e únicos Cristãos portadores da verdade absoluta?
    Nesse caso vale o famoso ditado popular:
    “Antes tarde do que nunca”
    Com uma experiência assim, você deveria aproveitar e escrever um livro com o objetivo de testemunhar aos desavisados, contando quantas vezes você uivou, latiu e recebeu passes espíritas em seus 18 anos de “pentecostalismo”.


    5° O Papel do Espírito Santo é falar com a Palavra e não divorciado dela, pois "A Palavra sem o Espírito seria ineficaz, e o Espírito sem a Palavra não é o Espírito – mas as ilusões mentirosas de nossa mente imaginativa e falível"(Michael Horton). Ou como diria o Reformador Matinho Lutero:"O Espirito Santo não opera sem a Palavra nem antes da Palavra, mas vem com a Palavra e por ela e NÃO VAI ALÉM DA PALAVRA" (Ênfase acrescentada).


    R: O exercício dos legítimos dons espirituais em nada ultrapassa o que está escrito,pelo contrário,é o cumprimento do que está escrito no novo testamento a respeito da disponibilidade dos dons.
    Quase desnecessário dizer que (só pra variar) você citou as palavras acima fora de seu contexto.


    6° “Por fim, me volta ao meu presbítero a quem estimo, combata biblicamente esta praga que se passa como fé bíblica e não é.”

    R: Existe sim uma praga a ser combatida.
    Porém essa praga é o extremismo patológico e exclusivista,,revestido de uma “piedade” carnal
    e um falso zelo doutrinário,sendo um mero produto do enganoso coração humano, tão facilmente corrompido pela soberba e estultícia.

    Como dizia o “poeta”:
    Fala demais por não ter nada a dizer.

    ResponderExcluir

Divulgue meu Blog no seu Blog