sexta-feira, 8 de outubro de 2010

IMPRESSÕES DE UM MESÁRIO: 1º TURNO, ELEIÇÕES 2010

Trabalhei como mesário no 1º turno das Eleições 2010; aliás, assim tem sido por mais de 10 anos. Como tivemos uma considerável abstenção de votos, nos longos intervalos sem eleitores, ficava refletindo sobre o processo eleitoral, de forma bem fortuita mesmo. Resolvi compartilhar:

1- A eleição ficou sem graça sem "Boca de Urna". A festa da democracia era muitíssimo mais animada e bonita com ela. Claro que a idéia de baixar custos de campanha é sempre positiva mas, cá pra nós, o custo de manter militantes na rua não é nada se comparado a "outros gastos", como bem sabemos. Boca de urna já!


2- Um fato que me chamou a atenção nessa eleição foi o "voto por eliminação". Ouvi muita gente dizendo que estava votando no candidato "menos triste". Não é que é verdade mesmo!? Estamos muito mal de candidatos a presidenTE. Para o segundo turno continuamos muito mal, mas quem disse que as coisas não poderiam piorar? Agora temos menos opções de voto por eliminação. O melhor nome do PSDB não era Serra e sim Aécio e o melhor nome do PT não era Dilma e sim qualquer outro nome. Sem contar no "chega pra lá" que deram no coitado do Ciro. Aliás, em abril Ciro afirmou que Serra era o candidato mais preparado, muito embora seja seu inimigo político; o que só dá força ao reconhecimento. Agora ele é o coordenador da campanha de Dilma. Como assim? Trabalha pra uma mais acha que o outro é melhor? Se quiser saber mais sobre isso acesse: http://www.atarde.com.br/politica/noticia.jsf?id=2254643.


3- Tem gente que diz que "vice" não tem nenhuma importância. Tancredo morreu, o vice assumiu. Collor saiu, o vice assumiu. Lula viaja (sempre), o vice assume (sempre). Não dá pra tratar a vice-presidência sem a devida seriedade, como estão fazendo. Com relação aos candidatos a vice-presidência, temos o seguinte: Dilma é fraca, mas o vice dela é muito bom, o experiênte e respeitado Michel Temer (se eu votar em Dilma é por causa do seu vice). Serra é melhorzinho que Dilma, mas o vice dele.... bom... o vice dele.......alguém conhece? Alguem sabe quem é? Parece que é um cacique, pajé, não sei muito bem.


4- Outra coisa interessante é a "ditadura do Ptismo" (não estou falando do partido e sim de muitos eleitores). Já experimentou dizer que vai votar em Serra? (pelo menos aqui em Pernambuco). Você é logo taxado de alienado, pouco estudado, não pensa no Nordeste (como se Dilma fosse Nordestina). Disseram até que eu não votaria em Dilma porque não gostava de mulher....rs. Dá pra acreditar? Se deixar, vira Venezuela...rs.


5- Também essa é a primeira eleição que se vota em uma sombra. Responda pra você mesmo, caro eleitor de Dilma: Se ela fosse do PSDB você votaria nela? Se Dilma não estivesse sendo apoiada por Lula você votaria nela? Ou melhor, você conheceria Dilma? Certamente sua resposta é "não" para todas as perguntas. Estou errado? Claro que não. Agora pergunto novamente: Por que você votará em Dilma? E a sua resposta será: por causa de Lula. É ou não é? Logo, concluo: você não está votando em Dilma e sim na sombra de Lula. Certo? Mas, sombra pode governar? Estará sempre disponível? Não seria mais fácil e coerente ter lutado pelo terceiro mandado de Lula?


6- Analfabeto não deveria votar. Não é uma questão de preconceito. Quem quisesse votar deveria, antes, pelo menos, aprender a ler e escrever. Tiririca já aprendeu, por que que o eleitor não pode aprender também? Essa proibição seria até um incentivo à erradicação dessa mazela brasileira. Acreditam que na seção que trabalhei uma senhora parou do lado de trás da urna, onde só dá pra ver o papelão, e soltou a pérola: "onde é que eu aperto, se não tem nenhum "butão"? Como quem não estava acreditando, o colega mesário a conduziu para dentro da cabine de votação. Lá estava ela, frente a frente com aquele "monstro", a urna eletrônica. A presidente da mesa liberou a votação e disse que ela poderia começar a votar. Algum tempo depois: "moça, moça é pra votar primeiro em quem?" Perguntou a senhora. Gentilmente a presidente da seção recomendou: "veja o cargo que está aparecendo e vote". "Como vou saber, se não "seio" ler"? Finalizou. Analfabeto tem condições de votar? Penso que não. De dez, apenas dois conseguem votar sem maiores problemas e com o uso da fila, claro. Quem garante que os candidatos ali indicados são realmente os que foram escolhidos por eles? Presa fácil de manipulação eleitoreira.


7- E agora.... A PIOR DE TODAS, pra finalizar: Um rapaz com cara e roupa de crente (a grife gospel é auto-indicativa) adentrou na cabine de votação, demorou um pouco, pegou o celular e não teve dúvida: "pastor, é pra votar em quem "mermo"? Diga aí os número". Fiquei indignado. Como tem gente (crente) besta que se deixa manipular. Isso não é protestantismo verdadeiro; não é mesmo. É imitação da pior qualidade, pois o verdadeiro esclarece as pessoas ao invés de emburrecê-las. Isso explica o motivo de tantos email babacas de pastores aproveitadores e manipuladores de consciência que circularam nos últimos dias. Claro que não deixamos o irmão completar seu curso de burrice à distância, muito embora o diploma ele já tenha recebido em sua igreja. Jesus disse: "o meu povo perece por falta de conhecimento". Esclarecer dá muito trabalho e às vezes prejuizo. É mais fácil manipular e mandar votar no seu candidato. Se isso fosse por opção ideológica ficaria até calado. O grande problema é que a maioria desses pastores e líderes religiosos, manipuladores corruptos, só querem auto-promoção. Só pensam em seu próprio bem estar e no seu próprio bolso. Usam suas igrejas como tranpolim para melhorar de vida. Ladrões e salteadores em pele de cordeiro. Certamente pagarão muitíssimo caro por isso. Resultado: a presidente da mesa proibiu que o irmão continuasse o crime. Ele ainda teve a cara de pau de dizer o seguinte: "e agora? Como vou terminar de votar". Branco, verde e some...rs.


8- Na próxima vou falar do fenômeno Tiririca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgue meu Blog no seu Blog