sexta-feira, 30 de julho de 2010

NÃO CALA A BOCA SYLVESTERS STALLONE. CALA A BOCA FELIPE MASSA!

A campanha "Cala a boca Sylvester Stallone" ficou em 1º lugar no ranking do Twitter, deixando para trás o "Cala a boca Galvão e Tadeu Schmidt". Os brasileiros ficaram revoltadíssimos com as declarações do eterno Rambo. Tem até muita gente se mobilizando para boicotar o ultimo filme do ator - "Os Mercenários" -, que teve partes filmadas no Rio de Janeiro. Mas, será mesmo que Stallane exagerou? Teríamos reais motivos para boicotar o filme de nome apropriado? Ou, antes, deveríamos, cabisbaixos, aceitar a crítica como construtiva e agradecê-lo por nos alertar?

Antes de respondermos vamos relembrar o que disse o ator americano, ao explicar o motivo da escolha do Brasil para filmar cenas do filme:

“Lá (no Brasil) você pode atirar nas pessoas, explodir coisas e eles dizem: Obrigado! E aqui está um macaco para você levar para casa. Não poderíamos ter feito o que fizemos em outro lugar".

Traduzindo Stallone: "O povo brasileiro é um povo pacífico e hospitaleiro; aceita tudo sem esboçar nenhuma reação. É um povo que se deixa roubar. É um povo que entrega tudo; que se vende por muito pouco e que troca coisas importantes por pão, circo, entretenimento e promessas".

Sinceramente, não consigo enxergar em que parte nosso Rambo está errado. Acho até que o nome do filme não poderia ser mais apropriado. Acaso o brasileiro não é, essencialmente, mercenário desde o início? Quantas riquezas não trocamos pelas quinquilharias dos portugueses? E os nossos votos? E as filas que não respeitamos? E as críticas que fazemos, sem moral alguma, aos políticos corruptos? Sim, sem moral alguma, pois também somos corruptos. Subornamos o guarda, que se deixa subornar por quinze reais. Subornamos para tirar a carta de motorista, subordamos para obter esse ou aquele alvará; tráfico de influência "é boia", etc, etc, etc.

Por tudo isso: NÃO CALA A BOCA SYLVESTERS STALLONE. Não peça desculpas aos brasileiros. Nós ainda não merecemos. Somos gratos por sua sinceridade. Pena que isso não produzirá nenhuma mudança. Gostamos de ser assim e até chamamos carinhosamente isso de "jeitinho brasileiro".

Se você leu até aqui e não concordou, responda: que outro piloto de Fórmula 1, louco para ser campeão mundial, com chances reais, "deixaria" seu rival ganhar a corrida? Sim, estamos falando do "brasileiro" Felipe Massa. Mas se sua resposta foi Rubens Barrichello, também "brasileiro", não se preocupe: também está correta.

Leu até aqui e ainda não concordou? Então responda outra pergunta: será que o "espanhou" Fernando Alonso e o "alemão" Michael Schumacher, atenderiam a esses "pedidos" de forma tão solícita? Sabemos que não! Só nós somos capazes de dizer: "Alonso, aqui está um macaco para você levar para casa".

Obrigado Rambo, por tentar nos salvar!!!! Faço questão de pagar ingresso para ver seu filme!

6 comentários:

  1. Os brasileiros não vão gostar dessa... rsrs
    Quando vi o Stallone falando, pensei a mesma coisa que vc escreveu.

    Abs!

    Filipe - 2timoteo316.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Boa e má postagem.
    Boa, porque nos leva a reflexão.
    Má postagem, pois, embora concorde que muitos no país são mercenários, isso não dá direito a quem quer que seja, de usar do seu prestígio e visibilidade mundial na mídia, para criticar nosso povo de forma tão geral, nos chamando do bobos e idiotas. Como brasileiro e acima de tudo cristão, não posso concordar com isso.
    Quanto a questão de pagar para assistir o filme, preferia não pagar, porém, se Deus permitir, vou assistí-lo, pois gosto de filmes de ação.
    Grande abraço caro Filósofo Calvinista.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com o texto. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Até que fim penso igual a vc Fábio...

    ResponderExcluir
  5. atè que fim penso igual a vc fábio!!!

    Pb Alexandre Galvão

    ResponderExcluir
  6. as palavras de stalone são dificeis de engolir, porém são verdadeiras.
    brasileiro é vendido, trapaceiro e por último...INGÊNUO DEMAIS!
    e ainda teremos que ouvir muito norte americano falar essas coisas de nós, porque é essa imagem que vendemos a décadas, séculos... lembra do mickey quando chegou no brasil o que encontrou??! pois "zé" carioca( o malandrão e boa praça).
    além do mais, pra piorar, temos os jogadores de futebol, as modelos, as popozudas e o dunga!!!

    e por falar em modelos, o que gisele bunchen diria ao stalone?!?..
    é fácil...
    diria: - HÂ????

    abração Fábio!

    ResponderExcluir

Divulgue meu Blog no seu Blog